Mais Qualidade, Melhor comunicação

Na situação de crise atual, onde muitos de nós estamos em casa a trabalhar, somos constantemente solicitados a participar em reuniões por videoconferência.

Existem atualmente diversas soluções tecnológicas para a colaboração em videoconferência, desde os tradicionais sistemas dedicados a essa função, passando pelas soluções de software em computador pessoal, até às salas de reuniões virtuais com vários participantes.

O problema comum às diversas soluções é a qualidade audiovisual da comunicação, que em muito depende da capacidade do acesso à internet, mas também dos dispositivos utilizados.

Um axioma fundamental da linguagem audiovisual é que um bom som melhora a imagem. Em outras palavras, a nossa perceção visual é influenciada pelo que ouve. É por isso que “vemos” melhor as imagens na TV quando elas vêm acompanhadas de uma narrativa em off, descrevendo a cena.

No contexto do teletrabalho, ainda se torna mais relevante o que anteriormente foi afirmado. O orador deve utilizar, ao máximo, esse recurso narrativo na videoconferência para ir dando sentido ao que os outros participantes veem no ecrã. Além disso, a voz do orador é um dos pontos fortes da sessão. Assim, é preciso dedicar atenção especial para a dicção e o alcance do microfone. O mesmo vale para os restantes participantes.

Os sistemas dedicados à videoconferência, uns mais que outros, permitem normalmente uma boa qualidade tanto no que respeita ao vídeo, como ao som. Já os computadores têm alguma dificuldade em gerir o áudio, pois o som do altifalante é captado pelo microfone e pode provocar eco no lado remoto, o chamado feedback. Assim, deve ser usado um dispositivo de qualidade para separar o som do microfone e do altifalante.

Pedido de Orçamento

As soluções mais simples são as seguintes:

Pedido de Orçamento ou Demonstração

Marcação de Consultas